• Review: Second Chance HeroesReview: Second Chance HeroesAjude os grandes figurões da nossa história a salvar o mundo de um apocalipse zumbi, sozinho ou com mais 3 amigos online!
  • Review: Divinity: Original SinReview: Divinity: Original SinTrazendo de volta à vida um gênero que andava um pouco apagado, Divinity: Original Sin é a união perfeita entre os clássicos RPG's e as inovações da nova geração
  • Review: ibb & obbReview: ibb & obbPlataforma e puzzle se unem neste jogo indie que foi criado para ser jogado em dois jogadores, localmente ou online.
  • Review: Full Mojo RampageReview: Full Mojo RampageMuita macumba nesse divertido híbrido de roguelike e ARPG, com cooperativo local e online para até 4 jogadores
  • Review: Space EngineersReview: Space EngineersConheça esse sandbox de temática espacial que mesmo em early access já é fántástico!

     

Black Desert Online começa a mobilizar escritórios no ocidente

Lembram de Black Desert online? MMO citado aqui já, e em vários sites especializados, graças a sua belíssima arte gráfica, e de quebra ainda jogabilidade extremamente ágil e incomparável com qualquer título atual.

A grande novidade, é que a produtora Sul Coreana “DAUM” está começando a abrir escritórios no ocidente para agilizar o processo de “ocidentalização” do jogo que ainda está em beta por lá.

O motivo disso talvez tenha sido a grande repercussão que o jogo teve na midia internacional, já que faz um par de anos que um jogo promete uma mudança na jogabilidade e recursos de um MMO. Certamente uma produtora esperta vai saber aproveitar a hype a nível mundial.

O grande diferencial do jogo é que é considerado um “Action MMO”, ou seja, não tem um sistema de target, e todo golpe que você faz deve ser mirado com o mouse como um jogo de ação comum. Existem jogos que já fazem isso, mas não com a mesma liberdade e fluidez.

Vejam um pequeno gameplay de uma das classes gravados recentemente.

Black Desert 2nd CBT : Exploring Marni's Testing Grounds. 1/2

Com sorte, talvez vejamos o jogo muito antes do que esperávamos…


Modafoca Tags: action mmo, black desert online, lançamento, mmo, novidade, ocidente

Dungeon Defenders Eternity – O que raios é isso?

A Trendy Entertainment nos surpreendeu lançado recentemente Dungeon Defenders Eternity, sem ter divulgado nada sobre esse jogo durante seu desenvolvimento. Afinal de contas, o que é Dungeon Defenders Eternity?

Basicamente, é um remake de Dungeon Defenders para uma plataforma online, que será utilizada em Dungeon Defenders 2. Sim, mais ou menos o que foi feito com Trine há alguns dias atrás.

O primeiro motivo de não ser a mesma coisa é que Dungeon Defenders Eternity não é uma atualização, e sim um jogo avulso – portanto mesmo quem possui Dungeon Defenders, deverá comprar Dungeon Defenders Eternity se quiser ter acesso. Certamente, é o maior motivo de reclamações e descontento do público, que acha que deveria ter sido um patch gratuito.

Ao mesmo tempo, a grande vantagem de Dungeon Defenders Eternity é a segurança, ou seja, nada de jogadores com itens hackeados, que acabavam com a graça do jogo original. Isso graças ao jogo utilizar o Playverse, uma plataforma online desenvolvida pela Trendy, que será também utilizada em Dungeon Defenders 2.

Basicamente, estão nos usando como beta tester do Playverse no Eternity, para aprimorarem o sistema! O preço disso é que é necessário estar online para jogar – mesmo que sozinho!

Dungeon Defenders Eternity – Gameplay Trailer

O jogo também sofreu várias adições: mudanças no sistema de moedas do jogo, novos itens com sistema de crafting, tinturas, itens consumíveis, artefatos para aumentar stats permanentemente e loot instanciado são algumas das melhorias do jogo.

Outra novidade é que agora armaduras são visíveis no seu personagem, permitindo que você personalize o visual do seu personagem conforme pega itens e os pinta com tintura.

Porém, muitos reclamam da ausência da taverna privada que existia no jogo original, que foi substituída por uma taverna publica, que inclusive tem microtransações para itens cosméticos, como emotes. Mas com certeza, a maior perda foi sem dúvida a falta do cooperativo local

E claro, a nova versão trouxe inúmeras mudanças de balanceamento e funcionamento… e vale notar ainda que muitos recursos que existiam não estão presentes (dificuldade Nightmare, Mix Mode e Pure Strategy), e podem ser implementados no Eternity ou não!

Pra quem já possuía o jogo original, a Trendy estará dando um descontão de 70% Steam, deixando bem em conta. O que posso dizer é que pra quem curtiu o jogo original, é uma boa pedida – isso é claro, se a falta de cooperativo local e a exigência de estar online não forem atrapalhar…


Modafoca Tags: 4 jogadores, 4 players, cooperativo online, dungeon defenders, dungeon defenders eternity, playverse, trendy entertainment

Farming Simulator 15 revelado!

Farming Simulator 15 acaba de ser anunciado, pegando o embalo do sucesso do seu antecessor, Farming Simulator 2013, que vendeu mais de 2 milhões de cópias em todo o mundo entre as diversas plataformas.

Com os avanços da engine, o jogo trará melhoras nos gráficos, físicas, efeitos, interface e mecânicas de jogo em geral, mas mantendo a essência da série.

E do que se trata o jogo? Como o nome sugere, você é um fazendeiro moderno, que deve cultivar, vender, armazenar, gerenciar e desenvolver seu complexo agrário.

O jogo contará com um modo multijogador bem completo, permitindo a até 16 jogadores online ou em rede local trabalharem em conjunto, e contará com suporte a mods, facilitando a adição de novos veículos, equipamentos e ambientes pela comunidade.

Farming Simulator 15 sairá em Outubro deste ano para PC, e no começo de 2015 para consoles – ao que tudo indica, consoles da nova geração e da geração anterior!


Modafoca Tags: 16 jogadores, 16 players, colheita feliz master race, cooperativo em rede, cooperativo online, farming simulator 15, farming simulator 2013, fazenda, fazendeiro

Especial 5 Anos de Shugames: Os 100 Jogos Desconhecidos de SUPER NINTENDO!

Eis que um dos nossos parceiros mais especiais faz aniversário! Parabéns SHUGAMES! E o presente na verdade quem trouxe foi ele, nosso amigo Cosmão! Nessa postagem especial, ele mergulha no mundo dos 100 jogos mais obscuros do Super Nintendo, aqueles que só quem é maniaco por ROMS mesmo pra conhecer! Divirtam-se!

Sem planejar nada, os aniversários do blog foram marcados por especiais que me custam DIAS para fazer, mas que deixam o blog muito mais completo. Desde, pelo que me lembro, o primeiro ano do Shugames, eu costumo reunir alguns jogos de determinado sistema em formato de lista. E, como de praxe no Shugames, os jogos geralmente são desconhecidos, sejam eles bons ou ruins, mas a maioria é desconhecida do grande público. E o post de hoje, comemorando 5 aninhos dele, não será diferente.

Sim amigos, eu reuni aqui 100 jogos do querido Super Nintendo, 100 jogos que, acredito eu, poucos de vocês conhecem. Se conhecerem metade eu acho muito, pois eu fui vasculhar nas entranhas dos pacotes de roms, testei jogo por jogo, renomeei, enfim, fiz o que podia pra poder montar uma lista que ao menos siga a proposta inicial e tenha um mínimo de qualidade. Eu espero que todos gostem! A lista não está em ordem de preferência, apenas numerei para ficar algo mais organizado, como é comum nestes posts aqui no Shugames.

E não é só isso: praticamente inaugurando o Canal Shugames do youtube aqui no blog, o especial se extende com mais 10 jogos, dessa vez hacks, alguns de qualidade, alguns bem conhecidos, mas a maioria totalmente desconhecida dos grandes fãs do console. Pois é, o Shugames anda extendendo sua abrangência e, mesmo que meu tempo seja escasso, eu arrumei um tempinho e estou com o canal aberto com alguns vídeos lá já postados.

O Canal Shugames, à princípio, vai se focar em Retronados, alguns deles inclusive de jogos que já passaram pelo blog, mas, dessa vez, comigo jogando e narrando os acontecimentos. Espero a compreensão de todos quanto ao aspecto sonoro, minha voz não é grande coisa e só agora eu pude arrumar um equipamento decente para gravar com um áudio de qualidade.

Bom, mas é isso. Com vocês, os 100 jogos do Super Nintendo que pouca gente conhece. E, pra complementar, mais 10 hacks que todos deveriam ao menos conhecer. Abraços à todos e boa jogatina!
100 – Corn Buster
Corn Buster, antes de mais nada, é um jogo inacabado. Sendo um clone de Arkanoid com um sistema de progressão vertical, apesar de não ter sido finalizado (a rom foi distribuida gratuitamente pela produtora), tem seu grau de diversão. Jogando com alguém ou sozinho, o objetivo é não deixar a bolinha cair e ir subindo na tela, destruindo blocos, inimigos e pegando dinheiro e power-ups pelo caminho.

Um belo clone de Arkanoid com progressão vertical

O que me chamou a atenção não foi nem o fato do jogo não ter sido finalizado. O que é bizarro aqui é sua trilha sonora lembrar BASTANTE as músicas da dupla Pet Shop Boys. Façam seus testes e comprovem comigo: a coisa lembra DEMAIS a sonoridade deles misturada com alguma coisa de A-Ha. O mundo não deixa de me surpreender dia a dia…

99 – Dragon Ball Z – Super Gokuuden Kakusei Hen
Eu precisava escolher um dos diversos jogos da saga Dragon Ball para colocar aqui, então, resolvi pegar o menos conhecido. Super Gokuuden Kakusei Hen conta a história original, a primeira, onde Goku ainda é uma criança, conhece a Bulma, as esferas e tudo aquilo que os fãs já sabem. O jogo é um RPG, mas um RPG diferente: aqui o negócio é LER, LER e LER! Praticamente não existe outra ação além de avançar telas e escolher míseras opções.

Eu não joguei muito, mas dá pra perceber pelas imagens que os fãs vão ter orgasmos com isso

Apesar do visual interessante e da tradução (caseira) estar bem feitinha, vale apenas para os fãs incondicionais da série. Eu gosto de DBZ, mas jogar isso só quando eu não tiver mais nada pra fazer na vida. NA VIDA!

98 – Fire Striker
Fire Striker é um criativo jogo onde controlamos um guerreiro com a missão de rebater uma bola de energia nos blocos e fazê-la subir para passar os níveis. Sim, é um Arkanoid feito de outra forma, uma verdadeira reinvenção do “gênero” criado, talvez, pelo sexagenário Pong. Cada guerreiro atua de uma forma diferente, sendo que para libertar outros é preciso avançar nas fases e destruir os chefes.

Mais um clone de Arkanoid, mas dessa vez usando personagens pra rebater a bolinha

O jogo fica muito mais divertido se jogado com algum amigo, pois, mesmo que prefira jogar sozinho, o segundo guerreiro fica lá na parte baixa da tela, parado, esperando ansiosamente um controle apertar START. No game é possível coletar bolinhas verdes chamadas de POW que jogam a bola na vertical com mais força, bem como energia para nosso personagem e outros itens. Bastante criativo.

CLIQUE AQUI PARA LER A POSTAGEM COMPLETA NO SHUGAMES!


Modafoca Tags: Especial 5 Anos de Shugames: Os 100 Jogos Desconhecidos de SUPER NINTENDO!, jogos desconhecidos, jogos raros, obscuros, shugames, snes, super nintendo

Novo trailer cinemático de Assassin’s Creed Unity apresenta novo personagem

Quem lembra de um dos trailers mais épicos de Assassin’s Creed, logo de cara sabe que estou falando deste aqui, do Revelations. Essa epicidade se dá principalmente pela trilha sonora, IRON, de uma banda chamada Woodkid, que tem um estilo bastante peculiar.

Nesse trailar a banda faz uma aparição novamente com uma nova canção: THE GOLDEN AGE.

O trailer foi feito para apresentar uma das personagens que terá um papel fundamental na história do novo jogo, ELISE. Na animação, ela é salva da execução pelo protagonista. Nossa, mas esses franceses adoram uma guilhotina, ein?

Assassin’s Creed Unity – Cinematic Trailer (PS4/Xbox One)

Para quem quiser ver a musica completa do trailer, pode assistir aqui!


Modafoca Tags: assassins creed, elisa, iron, the golden age, trailer, unity, woodkid